Administração Municipal conquista mais duas creches-escolas para a cidade

Publicado em: 22/06/2018

Desde o início de 2017, algumas pautas tiveram destaque entre as ações da Administração Municipal em prol da educação, o trabalho focado na regularização de convênios, a retomada de obras de unidades escolares, a articulação para a conquista de mais escolas, com ênfase nas creches-escolas, a fim de atender a demanda do município, e a retomada da refeição escolar na rede estadual.

No início de abril, a Prefeitura de Bragança Paulista formalizou o convênio com o Governo do Estado de São Paulo garantindo a retomada da refeição para todos os alunos da rede estadual, assim como acontece na merenda escolar oferecida aos alunos da rede municipal. A Administração ressalta a importância de manter a merenda nos mesmos padrões oferecidos pelo Município aos alunos do Estado, afirmando que uma refeição balanceada é fundamental nessa fase.

Com a assinatura do convênio, e através das tratativas junto à Secretaria Estadual de Educação, a Administração também conquistou, como contrapartida, mais duas unidades de creche-escola para o município, a fim de aumentar a oferta de vagas no ensino infantil e atender a demanda da cidade.

Na última quarta-feira (20/06), a Administração Municipal foi recebida pela Secretaria Estadual de Educação e a construção das duas creches escolas foram confirmadas, o Governo do Estado está realizando os trâmites legais para a liberação de 5 milhões de reais para as mesmas.

As creches conquistadas serão implantadas na Zona Norte da cidade, uma no Conjunto Habitacional Henedina Cortez, e outra no bairro Uberaba. Construídas por meio do ‘Programa Ação Educacional Estado/Município/Educação Infantil’, as unidades atenderão 150 crianças, cada, na faixa etária de 0 a 4 anos. 

A reunião também tratou de melhorias em duas unidades escolares estaduais, com obras de reforma e ampliação, E. E. Desportista Inaldo Manta, no Curitibanos (ampliação de salas de aula) e E. E. Professor Sebastião Ferraz de Campos, no Toró (reforma). 

Outro assunto tratado na reunião foi a concessão de uma sala da EEMABA (Escola Estadual Ministro Alcindo Bueno de Assis) para o Fundo Social de Solidariedade. O espaço será utilizado para a realização de cursos profissionalizantes e com isso gerar mais oportunidade à população. A autorização para o uso do espaço foi concedida e o documento foi assinado durante a reunião.