Festa Julina é promovida para famílias assistidas por programa social

Publicado em: 16/07/2018

Atividade recreativa faz parte das ações do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos aos integrantes do programa social.

Nesta sexta-feira (13/07)mais uma atividade de entretenimento e lazer promoveu a importante integração entre crianças e jovens assistidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV e suas famílias. O evento foi organizado pela Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria Municipal de Ação e Desenvolvimento Social (SEMADS)dentro dos moldes da tradicional festa julina.

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos atende à população que vive em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, privação ou fragilização de vínculos. Este serviço faz parte das ofertas da Proteção Social Básica, que busca prevenir situações de risco por meio do desenvolvimento de potencialidades, aquisições e do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.

Em Bragança Paulista, o atendimento é realizado com crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, oferecendo um espaço de convivência, formação para a participação e cidadania, desenvolvimento do protagonismo e da autonomia das crianças e adolescentes, a partir dos interesses, demandas e potencialidades dessa faixa etária. As intervenções são pautadas em experiências lúdicas, culturais e esportivas como formas de expressão, interação, aprendizagem, sociabilidade e proteção social. Inclui também crianças e adolescentes com deficiência, retirados do trabalho infantil ou submetidos a outras violações, cujas atividades contribuem para ressignificar vivências de isolamento e de violação de direitos, bem como propiciar experiências favorecedoras do desenvolvimento de sociabilidades e na prevenção de situações de risco social.

Além disso, para adolescentes e jovens de 15 a 17 anos, oferece serviço socioeducativo para o fortalecimento da convivência familiar e comunitária, que contribui para o retorno ou permanência dos adolescentes e jovens na escola, por meio do desenvolvimento de atividades que estimulem a convivência social, a participação cidadã e uma formação geral para o mundo do trabalho. Em sua maioria, são jovens cujas famílias são beneficiárias do Programa Bolsa Família, estendendo-se também aos jovens em situação de risco pessoal e social.