Bragança Paulista contará com Zona Azul Digital

Publicado em: 26/10/2018

Administração Municipal avança nos preparativos para a implantação da ferramenta na cidade e empresas credenciadas apresentam sistema mais rápido, fácil e seguro.

A Administração começa a receber as empresas credenciadas no chamamento público para o monitoramento do cartão de estacionamento rotativo em algumas vias do município, o Bragança Azul Digital - CBAD, para a apresentação dos sistemas de tecnologia digital que serão implantados na cidade para a execução do serviço.

A primeira empresa a realizar a apresentação, Transitabile Sistemas de Controle de Vagas Automotivas, esteve no Gabinete do Prefeito, no Palácio Santo Agostinho, na última sexta-feira (19/10) mostrando o sistema e o aplicativo a serem utilizados na Zona Azul Digital da cidade.

A implantação do Cartão Bragança Azul Digital vai contribuir muito com a rotatividade das vagas nas principais ruas dos centros comerciais da cidade – fazendo ela funcionar de fato. Hoje, a situação evidenciada é do veículo que é estacionado numa das vagas pela manhã e permanece na mesma vaga até o fim do horário comercial. A intenção é ampliar a oferta de vagas com a rotatividade e a utilidade do período no qual o usuário fica estacionado no mesmo local.

A apresentação foi realizada por Rogério Valim, Diretor Técnico, e José Augusto Câmara, Desenvolvimento, na qual demonstraram como funcionará o sistema no município e o processo que a população precisaria seguir, sempre com a ideia de facilitá-lo ao usuário. Na ocasião, explicaram que todos poderão baixar gratuitamente o aplicativo ‘Transitabile Bragança Paulista’ nas lojas virtuais (plataforma android, iOS e Windows) ou no site da empresa, cadastrar o veículo e pagar pela vaga indicando o tempo que permanecerão, sendo que o próprio aplicativo avisará quando o tempo estiver acabando.

Cabe salientar que durante a adaptação ao novo sistema a população ainda poderá utilizar o cartão impresso e que, para os que não optarem pela utilização do aplicativo, haverão pontos de venda (PDVs) em estabelecimentos comercias que se cadastrarem, como as bancas de jornais, por exemplo, nos quais o usuário pagará o avulso e receberá o comprovante da transação. Além disso, a Administração estuda implantar o PDA (Personal Digital Assistant) com vendedores avulsos identificados e cadastrados na Prefeitura.

A Administração espera que em dezembro o novo sistema estará em funcionamento no município. As demais empresas credenciadas (outras cinco) também poderão apresentar seu sistema e explorar o serviço, já que o credenciamento não confere direito à exclusividade no monitoramento dos CBAD.

zona-azul.png