Primeiro dia da XI Semana da Diversidade Sexual é realizado

Publicado em: 13/11/2018

As próximas palestras acontecerão das 19h às 21h, nos dias 13 e 14 de novembro, no Centro Cultural Geraldo Pereira e são abertas ao público.

Na noite da última segunda-feira (12/11), teve início a XI Semana da Diversidade Sexual, que está sendo realizada no Centro Cultural Geraldo Pereira, das 19h às 21h e é aberto a toda população que tenha interesse no tema. A Semana da Diversidade Sexual e a Parada do Orgulho LGBT integram o Calendário de Eventos do Município, e foram instituídas pela lei nº 4.133, de 6 de maio de 2010.

A palestra que deu início a essa semana foi: “Prevenção Combinada com ênfase na PrEP e I=I”, com médico Dr. Caruê Contreras, do Centro de Referência e Treinamento de DST/AIDS-SP, da Secretaria de Estado da Saúde.

A PrEP (Profilaxia Pré-Exposição ao HIV), consiste na tomada diária de um comprimido que impede que o vírus causador da aids infecte o organismo, antes de a pessoa ter contato com ele. Já o I = I (indetectável = intransmissível) é um novo conceito que foi endossado pela Secretaria do Estado, ou seja, a pessoa que vive com o HIV controlado, tomando os medicamentos com regularidade, a carga viral do exame se mantém indetectável, portanto, intransmissível. Esse conceito deve ser difundido com o intuito de quebrar estigmas e preconceitos com as pessoas que vivem com HIV.

Vim para contribuir com a discussão sobre HIV e a relação com a comunidade LGBT. Essa conversa é fundamental para reduzir a vulnerabilidade dessa parcela da população em contrair o vírus e a importância de lutar pelos direitos doshomossexuais. A comunidade LGBT deve se apropriar dessa discussão que traz tanto sofrimento e silenciamento para eles, que apesar de estarem ganhando mais espaço, ainda possuem dificuldade em discutir o HIV, como se a culpa fosse deles, quando, na verdade, é resultado da perda de direito”, disse o médico Dr. Caruê Contreras.

Para o Chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, Rodrigo Bueno, a importância das palestras oferecidas durante a Semana da Diversidade é quebrar a estigma que existe com a população LGBT. “Durante a semana serão tratados diversos assuntos e, por determinação do Prefeito Jesus Chedid e da Secretária de Saúde Marina de Oliveira, estamos dando apoio para a realização dessas discussões e para Parada do Orgulho Gay que acontecerá no próximo domingo”, finalizou Rodrigo Bueno.

Estiveram presentes nesse primeiro encontro a Coordenadora do Programa IST, HIV/AIDS e Hepatites Virais, Tânia Clemente, o Chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, Rodrigo Bueno, representantes do Papo Sério Jovem e membros da Comissão Organizadora da Semana.

As próximas palestras serão:

13/11, terça-feira – Palestra e debate sobre “Políticas Inclusivas para a População Trans”, com o psicólogo, Eduardo Barbosa;

14/11, quarta-feira – Palestra e debate sobre “Família e Trabalho na Comunidade LGBT”, com a psicóloga Regiane Tomiyasu.

A XII Parada do Orgulho Gay, que ocorre anualmente na cidade, acontecerá no dia 18 de novembro, tendo sua concentração às 13h, na Travessa Riachuello, iniciando o percurso em direção a Passarela Chico Zamper às 15h30, com previsão de término para as 20h.

 

13.11.2018 Início da XI Semana da Diversidade Sexual (2).JPG