Projeto da Secretaria Municipal de Saúde é selecionado em Programa do Ministério da Saúde

Publicado em: 29/11/2018

Evento tem como objetivo alinhar conceitos e metodologias do PET- Programa de Educação pelo Trabalho.

A Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Saúde, participou nos dias 26 e 27/11 da Oficina de Coordenadores do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde/Interprofissionalidade), promovido pelo Ministério da Saúde, em Brasília - DF.

A oficina teve como objetivo realizar o alinhamento conceitual e metodológico dos projetos PET-Saúde/Interprofissionalidade aos marcos teóricos conceituais e metodológicos da educação interprofissional, discutir a dinâmica de aperfeiçoamento, acompanhamento e avaliação dos projetos e apresentar a dinâmica de oferta do curso de desenvolvimento docente para educação interprofissional em saúde destinado aos envolvidos.

Esta edição do Pet-Saúde totalizou mais de 200 projetos inscritos, sendo 140 selecionados em todo o Brasil. No Estado de São Paulo, foram selecionados 14 projetos, dentre os quais se inclui o projeto ‘Prática Colaborativa e Atenção Integral nos ciclos de vida’, elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde de Bragança Paulista, em parceria com a Universidade São Francisco.

O Projeto envolverá mais de 60 pessoas: profissionais de saúde da Rede Municipal de Bragança Paulista que atuarão como preceptores e Docentes e Discentes dos cursos de graduação em Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina e Odontologia da Universidade São Francisco.

O Projeto será coordenado pela enfermeira Lisamara Dias de Oliveira Negrini, da Secretaria Municipal de Saúde de Bragança Paulista e docente do curso de enfermagem da Universidade São Francisco. Com duração de 2 anos, o trabalho objetiva a incorporação de nova proposta curricular e metodológica para os cursos de graduação em saúde da Universidade São Francisco, a implantação do projeto terapêutico singular e clínica ampliada nos serviços de atenção primária em saúde, além da efetivação de espaços de discussão e articulação para educação interprofissional e a integração ensino serviço comunidade no município.

As ações deverão ser iniciadas em dezembro de 2018. O próximo passo será a seleção de discentes dos cursos de biomedicina, enfermagem, farmácia, fisioterapia, medicina e odontologia para participação no projeto. As ações a serem desenvolvidas nos serviços de saúde deverão ser iniciadas a partir de fevereiro de 2019.