DEPOIS DE 34 MESES CONGELADA, TARIFA DO TRANSPORTE COLETIVO SOFRERÁ REAJUSTE A PARTIR DE DOMINGO

Publicado em: 03/01/2019

Após a minuciosa análise da planilha de estudo tarifário, que detalha os custos do sistema, garantindo equilíbrio financeiro e a qualidade do serviço prestado, a equipe técnica da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana opinou pelo deferimento do reajuste alterando o valor da tarifa dos serviços de transporte coletivo de passageiros das linhas urbanas e suburbanas deste Município para R$ 4,20. O último reajuste da tarifa estipulando o valor em R$ 3,70, foi concedido em 04 de fevereiro de 2016, portanto, vigorando com mesmo valor por 34 meses.

A Empresa Nossa Senhora de Fátima, concessionária responsável pelos serviços solicitou alteração no valor da tarifa em janeiro de 2018 e apresentou planilha de custo solicitando tarifa situada no valor de R$ 4,84, conforme planilha publicada na Imprensa Oficial do Município no dia 21/12/2018, no entanto, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana emitiu parecer conclusivo pelo deferimento do reajuste, porém em valor inferior ao solicitado pela Empresa.

A nova tarifa reajustada do transporte coletivo será fixada por decreto do executivo a ser publicado na Imprensa Oficial do Município no dia no próximo dia 04 de janeiro e o novo valor da tarifa começa a valer a partir de zero hora do dia 06 de janeiro, domingo.

O novo valor ainda mantém Bragança com a tarifa mais baixa se equiparada com os valores já praticados a bom tempo em cidades de igual porte na região. O preço da tarifa em Mairiporã é R$ 4,45, Franco da Rocha e Caieiras é R$ 4,35, Valinhos e Hortolândia é de R$ 4,20 e Vinhedo é R$ 4,30. Na grande São Paulo o valor praticado desde o início de 2018 também é acima: Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, Barueri, Jandira e Carapicuíba cobram tarifa de R$ 4,35. Neste início de ano a cidade de São Bernardo reajustou sua tarifa para R$ 4,75 e Itapevi e Osasco para R$ 4,50.

Em janeiro de 2017, logo que assumiu a Prefeitura o prefeito Jesus Chedid determinou o congelamento da tarifa por tempo indeterminado em razão da fiscalização feita de forma emergencial pela Prefeitura ter encontrado carros sem condições de circulação, e alguns inclusive foram apreendidos porque apresentavam pneus carecas, vidros estilhaçados e falta de cuidados e manutenção.

Desde então, a Prefeitura vem exigindo a melhoria nas condições dos veículos e na prestação do serviço em geral, o que fez com que a Empresa Concessionária adquirisse mais 42 ônibus seminovos e 06 ônibus Zero Km, mantendo a frota em operação dentro da idade média exigida, bem como foi constatado pelos setores de fiscalização do Município a melhoria nas condições seguras de trafegabilidade dos veículos, fato que também foi levado em consideração pela Secretaria de Mobilidade Urbana no deferimento do pedido de reajuste.

Ainda em cumprimento às solicitações da Prefeitura, a empresa possui canais de atendimento à população que pode utilizar do telefone (11) 4882-9400 ou do e-mail sac@nsfatimaonibus.com para fazer suas sugestões ou reclamações.

O Contrato que outorgou a concessão do serviço de transporte coletivo regular de passageiros a Empresa Nossa Senhora de Fátima Auto Ônibus Ltda foi assinado em 1999 e será prorrogado por mais um ano ou até que se conclua a nova licitação dos serviços, cujo o edital deverá ser lançado no início de 2019, já contando com as novas regras previstas pela Lei Complementar 854/18, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Jesus Chedid, que atualiza e moderniza a concessão do transporte coletivo no município, para garantir a adequação às diretrizes de mobilidade urbana, trazendo mais modernidade e conforto aos usuários do serviço.