Início das obras para implantação do Reservatório de Detenção de Cheias

Atualizado em: 14/02/2019

Na última segunda-feira (11/02), o Prefeito Jesus Chedid, o Vice Prefeito Amauri Sodré, o Secretário Especial de Gabinete Jota Malon, o Secretário de Obras Paulo Armando e o Deputado Estadual Edmir Chedid estiveram no Lago da Rua Luigi Picarelli para acompanhar o início das obras para implantação do primeiro Reservatório de Detenção de Cheias.

Segundo o Secretário Paulo Armando, a primeira providência tomada foi a limpeza do local e o levantamento topográfico para localizar e mapear todas as características da superfície dessa área. Além disso, toda a água do lago será retirada, para demarcar onde vai ser feita a bacia de retenção e nivelamento do terreno.

O Termo de Acordo Administrativo do Lago da R. Luigi Picarelli foi realizado de forma amigável entre as partes – a Prefeitura de Bragança e o proprietário Sr. Nelson Mendes Teles, representado pelo procurador Antonio Augusto de Freitas. O Executivo pagou a título de indenização simbólica a quantia de R$ 1,00 consoante acordo amigável. Isso permite que as intervenções necessárias sejam realizadas sem maiores dificuldades.

O Deputado Estadual Edmir Chedid salientou a conquista dos trabalhos que a Prefeitura está fazendo no que diz respeito ao combate às enchentes, que há anos trazem muitos prejuízos à população. Além disso, ele reiterou que está a disposição para a conquista de recursos junto ao Governo Estadual e Federal para melhorar a infraestrutura de Bragança Paulista.

Esse trabalho é uma das ações estabelecidas no Plano de Governo da Administração do Prefeito Jesus Chedid e Vice Amauri Sodré, para o enfrentamento às enchentes que assolam a cidade e causam transtornos à população.

Esse local possibilitará que durante a chuva, as águas que vem do Jardim Santa Helena possam ser amortizadas aqui, sendo liberadas gradativamente até chegarem ao Lago do Taboão. Como haverá uma bacia de contenção, os sedimentos ficarão retidos aqui, evitando assim o assoreamento do Lago do Taboão novamente. Esse é o primeiro local que está sendo feito esse trabalho, mas a Secretaria de Obras tem mais seis locais em que deverão ser feitas a mesma ação para conter os alagamentos”, disse o Secretário Especial de Gabinete Jota Malon.

Como divulgado, serão três frentes de trabalho: as obras de contenção do assoreamento na região do Lago do Taboão e construção de bacias de contenção; a desobstrução dos ribeirões e limpeza dos bueiros; e o trabalho para o financiamento de 30 milhões do projeto de macrodrenagem do município, elaborado pela Secretaria Municipal de Obras.