Prefeitura inicia Projeto Bombeiro Educador nas escolas municipais

Publicado em: 27/02/2019

A Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria Municipal de Educação em parceria com o Corpo de Bombeiros, dará início ao “Projeto Bombeiro Educador” nas Escolas da Rede Municipal. Serão realizados 4 encontros em cada escola de modalidade Ensino Fundamental, atendendo os alunos do 4º ano com duas horas aula (90min), 01 vez por semana. Ao final dos encontros,  as escolas participantes deverão encaminhar relatório final com fotos das atividades realizadas para Secretaria Municipal de Educação e será realizada a formatura. 

A equipe responsável pelo Projeto em Bragança Paulista é composta pelo Capitão PM Rodrigo Barazza de Paula, Comandante do Segundo Subgrupamento de Bombeiros do 19º Grupamento de Bombeiros (titular) , Gerente do Projeto, 1º Tenente PM Paulo Eduardo das Chagas de Souza , Sub Comandante do 2º Subgrupamento de Bombeiros do 19º Grupamento de Bombeiros (eventual), 2º Sargento PM Priscilla Santana de Moraes, Bombeiro Educador, do 2º SGB do 19º GB, Cabo PM Luciana Fiel Aires Julião, Bombeiro educador, do 2º SGB do 19º GB. 

O objetivo do Projeto é a preservação da vida e a disseminação de informação, com foco na proteção do ser humano, sobretudo da vida, atuando diretamente sobre uma das necessidades básicas da população, a segurança. Para o cidadão visa promover a conscientização por meio da educação continuada para as crianças e adolescentes, buscando a diminuição dos acidentes no ambiente residencial, além de ter a criança como ferramenta de informação aos adultos e também colabora para a redução do número de pessoas vitimadas por incêndios residenciais e acidentes a médio e longo prazos.


O Projeto foi iniciado em decorrência da criação da Lei Lucas – Lei nº 13.722 de 4 de outubro de 2018, após a iniciativa da família do menino Lucas Begallo, que morreu engasgado em uma excursão escolar. O menino não recebeu os primeiros socorros dos profissionais que o acompanhavam e só teve atendimento depois da chegada do SAMU, morrendo em decorrência do fato. A partir de 2020 a capacitação em Primeiros Socorros para funcionários de escolas públicas e privadas de Ensino Infantil e Básico será obrigatória, para dar suporte a estudantes em situações de emergência, sendo válida em todo o território nacional.