Prefeitura faz apresentação do sistema de Zona Azul Digital que será utilizado no município

Publicado em: 22/03/2019

Estacionamento em vias e logradouros públicos nas áreas de ‘Zona Azul’ serão monitorados por aplicativos modernos, rápidos e de fácil integração.

Na tarde desta quinta-feira (21/03), a Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, realizou no Gabinete do Executivo uma apresentação acerca do sistema da Zona Azul Digital que será implantada na cidade a partir do dia 30 de março visando a otimização do monitoramento do estacionamento rotativo em vias públicas.

O Prefeito Jesus Chedid falou dos planos da Administração para garantir um trânsito com mais fluidez e segurança, mencionando a criação da Secretaria de Mobilidade Urbana no início do Governo, prevendo a necessidade de se pensar diferente o trânsito na cidade, as desapropriações visando a abertura de novas vias em trechos estratégicos, o pleito junto ao Governo do Estado com o apoio do Deputado Edmir Chedid para a construção de um anel viário, entre outras ações.

Iniciando a apresentação, os representantes da empresa Transitabile Sistemas de Controle de Vagas Automotivas, Ciriaco Pacheco – CEO, Rogério Valim – Diretor Técnico e José Augusto Câmara – Coordenador do Trabalho em Bragança Paulista. A empresa foi uma das seis habilitadas no processo licitatório, sendo que Transitabile e Serttel já efetuaram os testes de habilitação técnica, ou seja, a Serttel também poderá explorar o serviço após apresentar o funcionamento e testes com o aplicativo próprio.

Trata-se de um projeto moderno e inovador para a cidade e a Administração abraçou essa modernização do sistema de estacionamento rotativo. “Não quero fábrica de multa, mas fazer valer a rotatividade e privilegiar o comércio com uma medida que alia modernidade e comodidade para o usuário. Quero que funcione bem e atinja a finalidade”, comentou o Prefeito Jesus Chedid.

A empresa vai monitorar o cartão de estacionamento rotativo em algumas vias do município, o Bragança Azul Digital – CBAD, por meio de tecnologia digital com a interface de um aplicativo amigável aos usuários.

A implantação do Bragança Azul Digital vai contribuir muito com a rotatividade das vagas nas principais ruas dos centros comerciais da cidade – fazendo ela funcionar de fato. Hoje, a situação evidenciada é do veículo que é estacionado numa das vagas pela manhã e permanece na mesma vaga até o fim do horário comercial. A intenção é ampliar a oferta de vagas com a rotatividade e a utilidade do período no qual o usuário fica estacionado no mesmo local.

O aplicativo ‘Transitabile Bragança Paulista’ já está disponível para ser baixado gratuitamente nas lojas virtuais (plataforma Android, na Play Store, e iOS, na App Store). O usuário deve cadastrar o veículo e pagar pela vaga indicando o tempo que permanecerá, limitado a 2 horas por vaga, sendo que o próprio aplicativo avisará quando o tempo estiver acabando.

Cabe salientar que durante a adaptação ao novo sistema, cuja transição será de 60 dias a contar a partir do dia 30 de março, a população ainda poderá utilizar o cartão impresso e que, para os que não optarem pela utilização do aplicativo, haverá pontos de venda (PDVs) em estabelecimentos comercias que se cadastrarem, como as bancas de jornais, por exemplo, nos quais o usuário pagará o avulso e receberá o comprovante da transação.

A Secretaria de Mobilidade Urbana e a empresa estarão visitando alguns estabelecimentos comerciais e explicando sobre o funcionamento da Zona Azul Digital e oferecendo o credenciamento deles como pontos de venda do crédito digital. Aqueles interessados em se tornarem pontos de venda poderão se dirigir até a Secretaria de Mobilidade Urbana, situada na Rua José de Oliveira, nº 15, Jd. Júlio Mesquita Filho.

Segundo o Secretário Marcelo Alexandre, atualmente, são aproximadamente 1700 vagas na “Zona Azul” que, a princípio, serão mantidas. Dentro dos 60 dias de transição (talonário e zona azul digital) a Administração estudará a ampliação delas de acordo com a necessidade da cidade. “Hoje, nas ruas e em alguns comércios locais, o usuário acha para comprar a folha da zona azul por 3 e até 5 reais, cabe reforçar que com o novo sistema o valor da hora será único, de 2 reais. A Zona Azul não pode ser um objeto de ágio em prejuízo à população”, reforçou.

A empresa disponibilizará nesse período de transição 20 divulgadores que permanecerão nas vias de “Zona Azul Digital” orientando os usuários e ensinando a utilizarem o novo sistema.

A fiscalização ficará a cargo dos agentes de trânsito que contarão com mais duas scooters, cedidas pela empresa Transitabile em comodato, para agilizar a fiscalização nas vias públicas.

 

Zona Azul Digital – TÓPICOS DE INFORMAÇÕES

- Início da Zona Azul Digital: 30 de março.

- Período de transição (uso do talonário e aplicativo): 60 dias. Após esse período, apenas pelo aplicativo e pontos de venda.

- O aplicativo ‘Transitabile Bragança Paulista’ já está disponível para ser baixado gratuitamente nas lojas virtuais (plataforma Android, na Play Store, e iOS, na App Store).

- Usuários que não possuam celulares ou não tenham conexão com a internet poderão se dirigir aos pontos de venda (estabelecimentos comercias) para adquirir seu crédito digital.

- Os estabelecimentos comerciais interessados em serem pontos de venda deverão procurar a Secretaria de Mobilidade Urbana, situada na Rua José de Oliveira, nº 15, Jd. Júlio Mesquita Filho, para realizar o cadastro.

- Cada hora de estacionamento será cobrado o valor de R$2,00 em créditos, tanto pelo aplicativo quanto nos Pontos de Venda o valor será o mesmo.

- Pelo aplicativo, o usuário poderá carregar entre 10 a 50 reais seus créditos digitais e o pagamento poderá ser feito por boleto bancário, cartão de débito e crédito. Nos pontos de venda, o usuário também poderá efetuar o pagamento em dinheiro.

- As ruas nas quais serão aplicadas as regras da Zona Azul Digital serão identificadas por sinalização vertical, por meio de placas.

- O tempo de permanência máximo por vaga nas vias da Zona Azul será de 2h, ou seja, após transcorridas as 2h, ininterruptas, na mesma vaga, o usuário deverá sair do local e procurar outra vaga para estacionamento, pois poderá ser autuado se permanecer no mesmo local por mais de 2h.

- Com 1 crédito digital, que vale por 1h, o usuário poderá estacionar em uma ou mais vagas com o mesmo crédito adquirido ao longo dessa 1 hora.

- Nas vias identificadas como Zona Azul, a utilização dos créditos digitais será necessária das 8h às 18h em dias de semana, aos sábados das 8h às 13h, e aos domingos e feriados o estacionamento é livre.

Estavam presentes no evento o Prefeito Jesus Chedid, Vice Amauri Sodré, Secretários Municipais Marcelo Alexandre Soares da Silva (Planejamento e Mobilidade Urbana), Dorival Francisco Bertin (Segurança e Defesa Civil), Jocimar Bueno do Prado (Especial de Gabinete), Marcos Tasca (Governo), Darwin da Cruz Gonçalves (Administração), o vereador Paulo Mário, Aparecida Tasca Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Antonio Carlos Vidiri Presidente da Associação Comercial de Bragança e a imprensa local.