Coordenadoria de Regiões de Saúde do Estado de São Paulo apresenta relatório de devolutivas dos pleitos da região

Atualizado em: 05/06/2019

Ao todo, 11 representantes do Estado estiveram presentes na reunião.

 A Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na manhã desta última segunda-feira, (03/06), no auditório do Complexo Integrado de Segurança, Emergência e Mobilidade – CISEM, reunião com a Coordenadoria de Regiões de Saúde (CRS) do estado de São Paulo. A reunião teve como objetivo apresentar o relatório de devolutivas, ou seja, os primeiros feedbacks para avançar com os pleitos da região, referente à primeira reunião realizada em oito de abril. 

Estas reuniões entre municípios da região bragantina com representantes da Secretaria de Estado da Saúde têm sido possível em virtude das solicitações do Deputado Estadual Edmir Chedid, a fim de apresentar as demandas e buscar soluções. 

Dentre as devolutivas apresentadas estão: a diminuição de fila e tempo de espera para início de tratamento oncológico, em que a nova referência para cirurgias e Uro (bexiga, rins e testículos), será o Hospital Brigadeiro e o Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, de Mogi das Cruzes, para radioterapia. Implantação da Regulação da Microrregional, em que já foram iniciados os treinamentos com a equipe do SAMU Bragança. Do mesmo modo, os problemas com as faltas das vacinas DTP, Varicela e Meningo C, preservativos, além das falhas técnicas com os Tablets dos agentes de endemias, foram resolvidos. 

Já as demandas referentes às cirurgias eletivas (média e alta complexidade) e ampliação de vagas para exames de imagens e consultas especializadas para o AME de Atibaia, Saúde Mental (UPA 24H e CRATOD) ainda estão sem solução, em que o assunto será discutido na próxima reunião, agendada para o dia 19 de agosto. Da mesma forma, não foram apresentados o conhecimento da fila, o Plano Anual Operativo e a fila interna no CDR (Cadastro Demanda por Recursos), sendo apenas realizada a redistribuição de consultas e exames em maio de 2019. 

Também foi solicitado o conhecimento da fila, pedidos de exames sem referência, como Broncoscopia (ainda sem solução), CPRE e Estudo Cardioletrofisiológico do Hospital Universitário São Francisco, em que a fila para cirurgias fosse colocada em CDR, o qual já está sendo executada, com previsão de término para 16 de agosto. A apresentação do Plano Operativo Anual do HUSF ocorrerá no próximo dia (05/06/19), na Câmara Técnica. 

Ao término foi discutido a respeito dos medicamentos de alto custo, estratégicos (hepatites) e Fundação para o Remédio Popular (FURP), nos quais ainda faltam os fornecidos pelo Estado, União e FURP. A previsão é de que os medicamentos fornecidos pela FURP sejam solucionados até dia 05 de junho, os do Estado até a segunda quinzena de junho e o da União até a segunda quinzena de julho. Na ocasião, foi criado o Centro Estratégico de Assistência Farmacêutica, com a finalidade de entregar os medicamentos aos municípios, sem a necessidade de ir buscar. O CAF deverá entrar em funcionamento até o mês de agosto. 

No uso da palavra, a Secretária Municipal de Saúde, Marina de Oliveira, agradeceu a presença de todos e ainda reforçou a ampliação de vagas de exames e consultas no AME e cobrou uma discussão urgente sobre a Saúde Mental, devido a UPA Vila Davi não conseguir manter o paciente todo o tempo dentro da unidade. 

Estiveram presentes a Secretária Municipal de Saúde, Marina de Oliveira, os 11 representantes do Estado, sendo: o Gerente Médico da CROSS, Domingos Guilherme Napoli, o Assistente Técnico do Grupo de Planejamento e Avaliação do CRS SES/SP, Nelson Yatsuda, a Assessora Técnica de Saúde Pública da CVE/CCD/SES-SP, Núbia Araujo, a Coordenadora de Assistência Farmacêutica da SES/SP, Sonia Maria Franchin Silva, a Diretora do Departamento Regional de Saúde de Campinas, Mirella Povinelli, a Diretora de Planejamento da DRS 7 de Campinas, Carla Fortuna, Diretora Técnica do CCPMIS do DRS 7 de Campinas, Maria Silva Bergo Guerra, o responsável pela Área Técnica da Atenção Básica, Arnaldo Sala, a Articuladora da Atenção Básica da DRS 7 de Campinas, Amelia Keiko S. Vasquez, a representante do COSEMS/SP, Solange Moraes e a Diretora da Divisão Regional de Saúde da DRS 7 de Campinas, Fernanda Vasconcelos, Secretários de Saúde da Região Bragantina e servidores municipais.