Prefeitura oferece capacitação alusiva à Gestão Ambiental aos Servidores Públicos

Publicado em: 30/08/2019

Trata-se de um programa voltado às cidades do Estado de São Paulo com o tema “Município Verde-Azul”.

Tratando de assuntos voltados aos resíduos sólidos, esgoto tratado e arborização urbana, a Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Secretaria de Educação em ação conjunta ao Centro de Educação Ambiental Sala Verde Pindorama e ao Programa de Educação Ambiental (PROMEA), participou de um encontro de capacitação do programa “Município Verde-Azul”, na última quarta-feira (28/08), em Americana.

O projeto foi criado em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria do Estado do Meio Ambiente, visando promover a eficiência da Gestão Ambiental através da descentralização e valorização da agenda ambiental das cidades situadas em São Paulo, das quais devem seguir 10 temas, com a finalidade de atingir o mínimo de 80 pontos para receber o certificado.

Dentre os temas “Município Sustentável”, “Estrutura e Educação Ambiental”, “Conselho Ambiental”, “Biodiversidade”, “Gestão das Águas”, “Qualidade do Ar”, “Uso do Solo”, “Arborização Urbana”, “Esgoto Tratado” e “Resíduos Sólidos”, sete foram abordados no encontro, cujos representantes dos municípios se dividiram em mesas de estudo e avaliaram situações como forma de trocas de experiências e vivências, assim como de preparação para aplicar em suas cidades.

De acordo com o Secretário de Meio Ambiente, Alexandro de Souza Morais, a participação de Bragança Paulista no programa “Município Verde-Azul” vai muito além da conquista da certificação: “O mais importante é o município estar sempre atento aos novos rumos da política ambiental, compartilhar experiências com os demais municípios do Estado de São Paulo e estar sempre aberto a implantação de novos projetos na área ambiental. Dessa forma, está em processo de implantação de um sistema de Gestão Integrada de Resíduos da Construção Civil e do primeiro ecoponto, bem como a implantação do Pagamento por Serviços ambientais em nosso município”, conclui o Secretário Municipal.