Poder Concedente: A Administração Municipal intensifica fiscalização nos trabalhos que são realizados pela Sabesp no município

Publicado em: 11/09/2019

Na manhã dessa terça-feira, 10, a Secretaria Municipal de Serviço, a Secretaria Municipal de Obras, Secretaria Municipal de Saúde através da Vigilância Sanitária e Secretaria Municipal do Meio Ambiente realizaram fiscalização em vários pontos da cidade onde existem ligações de esgotos em canalizações de águas pluviais, locais onde ainda não existem redes de esgoto e ainda, em locais onde as redes estão entupidas ou apresentando vazamentos.

Os bairros vistoriados foram Águas Claras, Menin, Green Park e Avenida Juscelino Kubischek onde está sendo realizado os trabalhos de desassoreamento e limpeza do córrego. Segundo o Secretário de Serviços Aniz Abib Júnior, a fiscalização visa a proteção da saúde das pessoas e a preservação do meio ambiente, principalmente para impedir despejo de esgoto direto nos Ribeirões, que consequentemente caminham para o Rio Jaguary. Diante das constatações a SABESP está sendo notificada e alguns casos, multada.

Por determinação do prefeito Jesus, a fiscalização será diária para que a SABESP possa cumprir com sua obrigação para com o Município.

De acordo com o Secretário Aniz, a SABESP precisa encontrar uma forma de deixar pontos de ligações redes de esgotos pré definidos, sem a necessidade de constantemente retaliar as ruas da cidade, principalmente as recém-recapeadas.

Conforme os setores de fiscalização da Prefeitura, as casas comerciais, moradias e empresas que estão lançando esgotos nas redes pluviais ou direto nos ribeirões, foram notificados e terão sessenta dias para adequar a rede de esgoto, sob pena de multa que pode ser de R$ 5 mil a R$ 50 mil, conforme Decreto-Lei 6514/2008.

Nos últimos 04 (quatro) meses foram regularizados 100 ligações de casas comerciais e moradias, sendo que bairros como a Praça 9 de Julho (Taboão) já está com 100% de rede de esgoto, Vila Malva (70%), entre outros.