Prefeitura dá início à licitação para construção de creche no Conjunto Habitacional Henedina Cortez

Publicado em: 04/10/2019
A Administração do Prefeito Jesus Chedid e Vice Amauri Sodré, entregará para Bragança Paulista mais quatro creches: Jardim Recreio (Scyla Médici), Jardim São Miguel, Henedina Cortez e no Jardim do Cedro.

Na última quarta-feira (02/10), foi aberto o processo licitatório para contratação de empresa especializada para construção de creche no Conjunto Habitacional Henedina Cortez, na modalidade Concorrência Pública 011/2019. Seis empresas participaram desse certame, sendo: Tera Incorporadora e Construtora Ltda.; MBG Engenharia e Construcao e Comércio Ltda; Construcenter Construção Civil Eireli; Q7 Engenharia e Construção Ltda; Construtora Nova Real Ltda – Epp; e Hebrom Construtora 7 Ltda – Epp. Todas foram habilitadas e a sessão suspensa para análise das propostas apresentadas.

A liberação da verba para a construção de duas unidades do Programa Creche Escola, nos bairros Henedina Cortez e Jardim do Cedro, foi anunciada em agosto pelo Deputado Estadual Edmir Chedid, que intermediou as tratativas junto ao Governo Estadual e FDE – Fundação para o Desenvolvimento da Educação. Em breve será anunciada a licitação para a creche no Jardim do Cedro.

A creche no Conjunto Habitacional Henedina Cortez será construída em um terreno que fica entre as ruas Avenida Vanderlei Torricelli e Rua Agenor de Carvalho. Serão, aproximadamente, 817 m² de construção, que contará com 6 salas de atividades, 2 berçários, fraldário, lactário, sala de uso múltiplo, lavanderia, pátio coberto e descoberto, secretaria, recepção, almoxarifado, sanitários femininos e masculinos e cozinha, tudo adequado às normas de acessibilidade. A unidade atenderá crianças de quatro meses a cinco anos, sendo 150 vagas, aproximadamente.

O processo licitatório foi acompanhado pelo Vice-prefeito Amauri Sodré e pelos Secretários Municipais Darwin da Cruz Gonçalves (Administração), Adilson Moreira Condesso (Educação), Luciano Aparecido de Lima (Finanças) e Marcos Leopoldo Tasca (Governo).