Prefeitura cria zeladorias regionais para gerenciamento e execução de serviços descentralizados no município

Publicado em: 11/10/2019

O objetivo é coordenar e tornar mais efetivo o trabalho de limpeza e manutenção no município.

Cumprir o compromisso de tornar Bragança Paulista bonita e cuidada novamente é uma das metas da atual Gestão e para que isso ocorra, diariamente a equipe da Secretaria Municipal de Serviço realiza trabalhos voltados à manutenção, recuperação e transformação das paisagens urbanas e rurais.

Com o intuito de ampliar esse serviço e atender toda a cidade, além de coordenar e dar efetividade aos trabalhos de limpeza e manutenção de Bragança Paulista, a Administração Municipal assinou nesta quinta-feira (10/10), o Decreto nº 3.028 que divide a cidade em seis regiões.

As zeladorias regionais executarão suas ações sob a supervisão da Secretaria Serviços e cada setor terá um responsável e um cronograma de limpeza, maquinário e contato permanente com a pasta. A íntegra do Decreto, com as áreas de competência de cada zeladoria, está disponível na Imprensa Oficial Eletrônica do município (https://www.imprensaoficialmunicipal.com.br/bragancapaulista).

As zeladorias foram divididas em: Sul, Norte, Centro-Leste, Oeste, Rural 1 e Rural 2. Entre as competências estão: a execução dos serviços de rotina, na área e sua responsabilidade, exceto as de competência de Secretarias específicas; auxiliar na fiscalização, na região administrativa correspondente, o cumprimento de leis, regulamentos, normas e posturas municipais, informando as possíveis transgressões aos setores competentes; indicar ao Secretário Municipal de Serviços as deficiências dos serviços de zeladoria existentes na região, propondo, quando necessário, soluções para a resolução dos problemas; coordenar e controlar a utilização dos equipamentos, maquinários, veículos do Município, destinados para a Região, de acordo com os programas estabelecidos pela Zeladoria Municipal; coordenar e controlar os servidores e assessores designados para atuarem na Região e fiscalizar toda mão de obra eventualmente contratada pelo Município para execução de serviços nas respectivas Regiões; atender as reclamações dos munícipes e encaminhá-las, quando se tratar de matéria estranha às suas atribuições; e cumprir as determinações legais e outras atribuições que lhe forem cometidas.