Desenvolve SP realizou Workshop para empresas de Bragança Paulista

Publicado em: 07/11/2019

Trata-se de uma oportunidade de opção de créditos para investimentos que visa fomentar as indústrias e a geração de emprego em Bragança.

om o objetivo de fomentar as indústrias, comércios e a prestação de serviços na produtividade de seus negócios e efetivar a geração de emprego e renda em Bragança Paulista, a Administração vem atuando em diversos serviços que visam o crescimento do município. 

A fim de viabilizar opções de crédito para investimentos, como por exemplo, a efetivação de projetos de estruturação e investimentos turísticos, a Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Governo, Desenvolvimento Econômico e Inovação, proporcionou às pequenas e médias empresas o workshop “Uma solução para cada fase do seu negócio”. O evento foi idealizado pela agência de Desenvolvimento do Governo do Estado de São Paulo – Desenvolve SP e ocorreu na manhã da última quarta-feira (06/11), no Núcleo de Apoio ao Professor e ao Aluno (NAPA). 

No workshop, foram apresentadas as vantagens que a Desenvolve SP oferece ao empresário. Com crescimento sustentável e visão de longo prazo, a agência oferece o suporte necessário para que a pequena ou média empresa possa crescer de forma planejada. Além disso, libera recursos para capital fixo, equipamentos e desenvolvimento de projetos, com taxas a partir de 0,33% e carência que pode variar entre 24 e 120 meses. O acordo é realizado após registro do contrato e os valores são liberados de acordo com o cronograma de desembolso negociado. Em todos os casos é admitido um reembolso de despesas ocorridas até 180 dias antes da data do protocolo de operação, mediante apresentação das notas fiscais. 

O público-alvo deste programa são empresas situadas no estado de São Paulo, podendo ser de linhas próprias (faturamento anual de até R$ 300 milhões); linhas de repasse BNDES (política do repassador); e linha de repasse Fungetur (faturamento anual de até R$ 90 milhões). Podem solicitar o crédito digital, empresas com faturamento anual entre R$ 81 mil e R$ 90 milhões. 

Além disso, o programa também auxilia empresas do setor turístico, situadas nos municípios de São Paulo, que possuam o faturamento anual de até R$ 90 milhões e que são cadastradas no Sistema de Cadastro de Pessoas Físicas e Jurídicas e são atuantes no Setor de Turismo (Cadastur) no Ministério do Turismo (Mtur). 

“Trouxemos para esse workshop representantes do Invest-SP, o Banco do Empreendedor (Desenvolve SP) e representante das Secretarias Estaduais de Turismo e Desenvolvimento Econômico. Estamos felizes com essa reforma administrativa e com as ações do Plano Diretor, concluindo a Lei de Incentivo a Indústria, que trará investimentos para Bragança Paulista e que será votada na Câmara nos próximos dias. Esse é o primeiro passo para conseguirmos realizar algo efetivo no município”, salientou o Secretário Municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Inovação Marcos Leopoldo Tasca.

“Estou muito feliz com mais esta conquista de Bragança Paulista, que está sendo agraciada pelo Desenvolve SP, ainda mais nos tempos atuais em que as empresas estão passando por diversas dificuldades. Essa é uma oportunidade de investimento para alavancar o comércio e as indústrias do município. É visível o desenvolvimento da nossa cidade nos últimos anos, disse a Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Bragança Paulista Aparecida Carvalho Tasca. 

Estiveram presentes o Vice-prefeito Amauri Sodré, o Secretário Municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Inovação Marcos Leopoldo Tasca, a Secretária de Cultura e Turismo Vanessa Nogueira, o Chefe de Divisão de Turismo Rivelino Oliveira, o Presidente do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) Adré Azzi, a Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Bragança Paulista Aparecida Carvalho Tasca, o Business Development da Invest SP Renato de Barros Silva, a Assessora Técnica da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico Luiza Gimenez Nonato, o Consultor de Negócios da Desenvolve SP Anselmo Souza Freire e o Coordenador do Núcleo da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo Eduardo Madeira.