Bragança Paulista assina convênio de quase 1 milhão para ações de segurança no trânsito

Publicado em: 20/09/2017

Convênio do Programa ‘Movimento Paulista de Segurança no Trânsito’ prevê repasses para o desenvolvimento de diversas ações voltadas à segurança no trânsito.

Em solenidade realizada no Palácio dos Bandeirantes na última terça-feira, 19, o Governo do Estado de São Paulo assinou convênios com Bragança Paulista e outros 6 municípios paulistas em prol de ações voltadas à segurança no trânsito.

A assinatura dos convênios entre Governo do Estado e municípios, por intermédio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-SP), contou com a presença de autoridades e representantes municipais. Na ocasião, o vice-prefeito, Amauri Sodré, esteve presente representando o prefeito de Bragança Paulista Jesus Chedid, acompanhado do Secretário Municipal de Mobilidade Urbana, Manoel Botelho. O Deputado Estadual Edmir Chedid também acompanhou a solenidade.

Para Bragança Paulista, o repasse será de mais de 800 mil reais, valor que será investido em ações que reduzam o número de fatalidades no trânsito. Além de Bragança, foram contempladas com o repasse de verba as prefeituras de Americana, Assis, Guarujá, Itu, Piracicaba e Santos. O valor total disponibilizado aos 7 municípios é de cerca de R$ 8 milhões, oriundos de multas aplicadas pelo Detran-SP.

O Governo conta com 67 municípios conveniados ao Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa que tem como objetivo reduzir pela metade o número de óbitos no trânsito até 2020. Serão destinados aos conveniados mais de R$ 100 milhões para promoção de ações desde obras a atividades educativas.

Uma das iniciativas da Administração Municipal foi a criação da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, que vem cuidando do setor de trânsito do município com muita dedicação. Para Amauri Sodré, o convênio firmado coincidentemente na semana nacional do trânsito de 18 a 25 de setembro, é fundamental para o desenvolvimento de iniciativas que serão desenvolvidas pelo município.

Segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade, com a assinatura do convênio, a Administração terá o prazo de um ano para a implantação dos projetos, que compõem sinalização, instalação de semáforos, geometria e ações educativas direcionadas principalmente à motociclistas e pedestres.