Bragança Paulista sediou oficina para avaliação do Plano de Contingência de arboviroses

Publicado em: 25/09/2017

O Plano tem como objetivo a redução da arboviroses - doenças que incluem o Zika vírus e a Dengue.

A Prefeitura da Estância de Bragança Paulista, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, sediou no dia 21, no Polo da Universidade Aberta do Brasil, Oficina para avaliação do Plano de Contingência de arboviroses.

O Plano de Contingência é uma proposta de ações elaborada por cada município com o objetivo de redução da arboviroses, principalmente dengue, chikungunya e zika vírus.

A oficina teve a abertura da Superintendência de Controle de Endemias – Sucen, Renata Mayo, e do médico veterinário do Grupo de Vigilância Epidemiológica de Campinas – GVE Campinas, João Fred, e em seguida cada município apresentou seu plano de controle de arboviroses.

Ao todo, são 11 municípios que compõem a região de saúde de Bragança Paulista: Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Joanópolis, Nazaré Paulista, Pedra Bela, Pinhalzinho, Piracaia, Socorro, Tuiuti e Vargem, no qual os municípios participam com seus representantes das áreas de Zoonoses, Vigilância Epidemiológica e Sanitária a fim de verificar o Plano Municipal de Contingência de Arboviroses.

Arboviroses são as doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela. A classificação "arbovírus" engloba todos aqueles transmitidos por artrópodes, ou seja, insetos e aracnídeos como aranhas e carrapatos.