Administração Municipal se reúne com Fundação Pe. Anchieta sobre transmissão da Tv Cultura

Atualizado em: 17/11/2017

Prefeitura viabiliza visita técnica e adequação de equipamentos para a transmissão do sinal digital.

Na última terça-feira, 14, a Administração Municipal esteve com representantes da Fundação Padre Anchieta (FPA), mantenedora da TV Cultura, discutindo sobre a manutenção do sinal da emissora na cidade após a mudança para o sinal digital.

A audiência reuniu o Presidente da FPA, Marcos Mendonça, e o Diretor Técnico de Operações, Gilvani Molleta, e o Secretário de Governo e de Desenvolvimento Econômico de Bragança Paulista, Marcos Tasca, que representou a Administração na ocasião.

A Prefeitura aproveitou o encontro e formalizou o pedido da continuidade da transmissão da TV Cultura na cidade, assim como a troca dos equipamentos, diante da mudança para o sinal digital. Com a mudança para o digital a TV Cultura será transmitida no canal 24 UHF.

O sinal de televisão analógico está sendo desligado gradativamente em todo país, mais de 150 cidades do interior paulista passarão pelo mesmo processo e o sinal passará a ser digital. Em Bragança Paulista, o sinal analógico está previsto para ser extinto no dia 29 de novembro.

A Administração já estava em tratativas com a emissora pública a fim de que não houvesse a interrupção do sinal após o dia 29, com a reunião realizada junto à Presidência e corpo técnico as providências necessárias serão agilizadas. Nesta sexta-feira, 17, técnicos da TV Cultura estarão na cidade avaliando os equipamentos e listando as adequações que deverão ser feitas até o final do mês.

A TV Cultura é um modelo de emissora pública e o principal veículo de comunicação da Fundação Padre Anchieta (FPA), instituída pelo governo do Estado de São Paulo em 1967.

A TV Digital propicia gratuitamente ao público melhor qualidade de imagem e som, entre outros benefícios, como a multiprogramação. Para receber o sinal digital, é necessária uma antena UHF, extremamente comum (a maioria dos prédios já têm antena coletiva), de baixo custo e fácil instalação. As tevês que não têm conversor embutido precisam também do set top box, ou conversor digital, também de baixo custo e fácil instalação. Os modelos mais novos de TV já vem com o conversor.

Em Bragança Paulista, a Seja Digital - Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV (EAD) está disponibilizando kits de antenas e conversores digitais para população de baixa renda cadastrada em programas sociais do Governo Federal desde o dia 1 de setembro, preparando as pessoas para o desligamento do sinal analógico na cidade.

A Prefeitura da Estância de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Ação e Desenvolvimento Social, em parceria com a Seja Digital, está contribuindo com o cadastramento, facilitando o acesso da população.

São previstos na cidade aproximadamente 13 mil distribuições de kits entre cidadãos que se enquadrem nas condições determinadas. O kit é composto por um aparelho conversor, controle remoto, 8 metros de cabo, parafusos e manual para montagem.

O agendamento para retirar os aparelhos está sendo realizado no Cadastro Único e nos 4 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) da cidade, localizados nos bairros Júlio de Mesquita, Planejada I, Jardim Águas Claras e Santa Libânia. Em cada unidade, há um representante da Seja Digital agendando e orientando a população.

Também há a possibilidade de agendar pelo telefone, no número 147 e no site www.sejadigital.com.br. A retirada está sendo feita nas duas agências dos Correios, no Centro, localizadas na Avenida Antonio Pires Pimentel e na rua Dr. Cândido Rodrigues.